...
Sinto tantas vezes que não marcho ao mesmo ritmo
E não marcho na mesma direção que o resto das tropas
Como um desalinhado...

João Miguel, O Pássaro do Sul

05/12/2010

Vestes


Educado
simplesmente educado
tento
bonzinho e simpático
são insultos que não gosto de usar em mim
talvez aos domingos de manhã os vista
quando a vida está parada para balanço
e os ecos de sentimentos feitos moda se usam sem medida
não estou de moda
não a uso, uso outras vestes
geralmente, ironia negra junto à pele
onde sou mais homem
algumas peças de compaixão para com a inocência e ingenuidade
branco, sujo, mas quente, porque sou ainda humano
de resto, sou só o que sinto a cada hora
a cor não interessa
mas sempre rasgada e amarrotada
tanto o uso

João Miguel, O Pássaro do Sul

5 comentários:

ErikaH Azzevedo disse...

Forte sim, pra quem que viver é sempre orgulho, muito mais do que dilacere, do que no que só aconchega...essa vida que é sempre desafio! È preciso dicotomizar que é pra sentir os polos, ambos intensamente, esmiuçar a vida nos detalhes tantos, senti-la em todos os cantos.

Adorei Miguel

Meu beijo a ti.

Erikah

Espaço Aberto disse...

Mais uma vez temos o prazer de convidar os nossos amigos para participar de nosso Concurso Literário. Nosso maior objetivo é a interação e levá-los a se inspirar e a expressar através das palavras o que o momento despertar em seu coração. Então em nome do Amor e da Caridade, estamos lançando o nosso: 2º Concurso Literário – Tema: Então é Natal...
Contamos com a sua presença!
Um abraço carinhoso

Carmo disse...

Ainda bem que é o que sente, porque esse é o genuino João Miguel.

Um abraço
Bom fim de semana

BRANCAMAR disse...

Que bom Miguel, é assim que gosto de ti, tal como és a cada hora, com o que sentes.
Sempre desconfiei dos "santos", parecendo sempre tão perfeitos por fora,como bonecos de cera.

A humanidade mexe, ferve, vive, por isso não pode ser sempre boazinha.

Beijos para ti.
Branca

Carmo disse...

Feliz Natal

Um abraço

Carmo