...
Sinto tantas vezes que não marcho ao mesmo ritmo
E não marcho na mesma direção que o resto das tropas
Como um desalinhado...

João Miguel, O Pássaro do Sul

24/10/2010

Perguntas...

Sempre dormi pouco, mas quando durmo ainda menos,
as ondas do meu oceano tomam proporções tempestivas.
Então o alivio, o descanso, está na praia.
Hoje os pensamentos desaguam aqui..
Somos os seres mais inteligentes do planeta?
Ou somos os que souberam dar melhor uso ao polegar oponível?
Somos por certo muito agressivos e pergunto-me se os golfinhos,
seres reconhecidamente inteligentes, não o serão mais, afinal não destroem
o seu meio ambiente, nem o dos outros seres...

A presunção do homem é descomunal,
achar-se o topo da evolução e imaginar que um Deus o fez à sua imagem.
Teriamos a capacidade para aceitar que o homo sapiens sapiens já teria sido ultrapassado?

João Miguel, O Pássaro do Sul

3 comentários:

« Katyuscia Carvalho » disse...

Se inteligência, a verdadeira inteligência - porque todo o resto, não conduzida pela consciência, é apenas lixo cerebral - fosse um elemento vital, a raça humana estaria extinta.

BRANCAMAR disse...

A vossa sabedoria é imensa...adorei o texto do João Miguel, o belíssimo comentário da Katyuscia, um pensamento muito origimal, mas absolutamente verdadeiro.
A frase de Einstein uma verdade que sabemos, mas dita de forma genial.

Beijinhos
Branca

Isabel Venâncio disse...

Interessante o seu blog. Com boas escolhas de textos, em que me revejo.
Parabéns.
Um abraço
Isabel