...
Sinto tantas vezes que não marcho ao mesmo ritmo
E não marcho na mesma direção que o resto das tropas
Como um desalinhado...

João Miguel, O Pássaro do Sul

28/08/2011

Em Confusão

Parece-me simples que quando não se sabe exactamente o que se quer,
para onde ir, que caminho seguir, tantas são as possibilidades,
se comece por rejeitar o que não se quer, o que não desejamos, o que já vivemos, sentimos e sabemos não ser o que queremos ser, viver e sentir, algo que podemos, apoiados nas experiencias já vividas.

João Miguel, O Pássaro do Sul

2 comentários:

BRANCAMAR disse...

Um bom conselho Luís Miguel para quem está confuso, precisamos todos destas reflexões em determinados momentos e às vezes a vida tão corrida dos tempos de hoje aliena esta capacidade de escolha, que deveríamos ter sempre.
És psicólogo?:)) Se não és dás uma boa ajuda ao ser humano nos caminhos da lucidez e da verdade.

Beijinhos para ti e também para a nossa menina.

Mais logo passarei por lá.

Desculpa às vezes alguma ausência, um dia destes falo-vos das muitas peripécias deste meu último ano, que não me têm deixado a disponobilidade que gostaria para os amigos, mas trago-vos sempre comigo.

Beijos
Branca

« Katyuscia Carvalho » disse...

É a melhor coordenada, meu anjo.

Foi das primeiras aprendizagens, quase inconscientes, que tive...

Saber o que não queria foi meu primeiro norte... depois, segui ao sul, onde estava meu Pássaro...

Amo-te tanto!